Conselhos de especialistas

A história por trás dos fósseis de amonite com 65 milhões de anos

Em colaboração com Frédéric Diebold - Especialista em fósseis

Não foram só os dinossauros que ficaram extintos há 65 milhões de anos. As amonites, um tipo de molusco marítimo pré-histórico, eram bastante frequentes há mais de 300 milhões de anos. Existiram entre o período Devoniando e o final do período Cretáceo, altura em que ficaram extintas, aproximadamente ao mesmo tempo que os dinossauros. Agora a sua história está gravada em todo o planeta terra sob a forma de fósseis fascinantes, com as formas das conchas deixadas por estas criaturas. Mas, o que há de tão interessante nestes fósseis de amonite e por que vale a pena estudá-los. Vamos descobrir! 


Uma amonite muito grande do Jurássico, na Alemanha

Evolução e adaptação
Durante a sua existência, as amonites evoluíram para milhares de espécies, que se adaptaram a diversos ambientes marítimos, desde águas rasa aos mares profundos. De facto, as amonites conseguiram uma adaptação tão bem-sucedida que os paleontólogos modernos utilizam as amonites como espécies de referência para subdividir os períodos geológicos. Para além da sua capacidade de adaptação ser bem-sucedida, evoluíam também a uma velocidade incrível. Demorava menos de um milhão de anos para que uma espécie de amonite desaparecesse, enquanto apareciam novas espécies, em termos geológicos isto era considerado muito rápido!


Um bonito exemplo de acumulação tafonómicade pequenas amonites à volta de uma maior da Costa Jurássica do Reino Unido

Como identificar uma amonite
As amonites são imediatamente reconhecidas pela sua forma em espiral e ornamentação peculiar, composta por ranhuras e tubérculos, ranhuras que circundam a espiral. Praticamente todas as famílias de amonites tinham esta forma de espiral semelhante, embora também existissem algumas sem a forma de espiral, denominadas de heteromorfas. O aspeto em espiral inspirou o nome deste organismo: a palavra "amonite" deriva de "ammonis cornua" que significa "cornos de Ammon". O termo foi inventado por Plínio, o Velho, em 79 D.C. devido à forma como o efeito enrolado da amonite fazia lembrar o deus egípcio Ammon, muitas vezes representado com cornos de carneiro. É esta bonita forma que torna os fósseis de amonite tão apelativos para os colecionadores.


Uma martelite bem conservada

As amonites nas lendas
Durante a Idade Média, fazia parte da crença popular em Yorkshire, no Reino Unido, que as formas espiraladas dos fósseis de amonite eram de facto serpentes que tinham sido transformadas em pedra por Santa Hilda. Para tornar esta lenda mais credível (e para esconder o facto de que estas supostas serpentes não tinham cabeça nem crânio) os artesãos costumavam esculpir uma cabeça de serpente no corpo da amonite e, depois, vendiam-nas aos peregrinos como "prova" do milagre. Tais lendas ainda existem atualmente nos Himalaias, onde as amonites são denominadas shaligramas. As populações hindus que vivem ao longo dos vales Gandaki e Spiti utilizam as shaligrama como um símbolo não-antropomórfico de Vishnu, uma das principais divindades do hinduísmo.


Uma amonite heteromorfa, Nostoceras malagasyense

As amonites na atualidade
Atualmente, os fósseis de amonite são frequentemente encontrados na maioria das rochas sedimentares dos períodos Devoniano a Cretáceo e é possível encontrar afloramentos destas rochas nas montanhas e bacias sedimentares. Esses afloramentos surgem em locais como jazidas, zonas costeiras, margens de rios, desertos, desfiladeiros e até mesmo caves subterrâneas. Obviamente, importa não esquecer que os fósseis de amonite também estão disponíveis no nosso leilão de fósseis e leilão de fósseis de grau superior!


Uma amonite polidade Madagascar 

Pode encontrar uma grande variedade de achados paleontológicos fantásticos, desde diversas amonites a ossos de dinossauro no nosso leilão de fósseis e leilão de fósseis de grau superior. Estes leilões são também excelentes plataformas para vender online os seus fósseis. Tudo o que tem de fazer é registar-se como vendedor para poder começar e submeter os seus artigos para leilão. 

Crie a sua conta na Catawiki de forma gratuita

Na Catawiki, ficará surpreso todas as semanas com a seleção impressionante de objetos especiais que temos para oferecer. Inscreva-se ainda hoje e explore os nossos leilões semanais com curadoria da nossa equipa de especialistas.

Criar uma conta
Share this article
Close Created with Sketch.
Ainda não está registado?
Ao criar a sua conta gratuita na Catawiki, poderá licitar num dos 65 000 objetos especiais que temos para leilão todas as semanas.
Registe-se agora